Sabe aqueles dias que você acorda, olha para sua estante de livros ou os livros pendentes sobre o seu criado mudo e pensa “ah, hoje não”? Isso pode ser sintoma de uma coisinha chamada Ressaca Literária, você conhece?!


Afinal, o que é uma Ressaca Literária?

Bom, segundo minha pesquisa por milhões de blogs e sites literários desse Brasil, ressaca literária é quando você perde o interesse de ler. Sim, isso mesmo, perder o interesse de ler e acredite: é algo normal e acontece nas melhores famílias!

A Ressaca Literária pode ocorrer de duas formas:

Créditos Como Eu Realmente

a) a primeira forma é quando você leu um livro incrível, muito incrível mesmo, tão incrível que, de repente, nenhum outro livro parece ser bom o suficiente como ele e isso te leva a ter “crises” ao ponto de não ler mais nada até achar algo bom novamente;

b) a segunda forma já é um pouquinho mais complexa e, por incrível que pareça, muito comum, pois trata-se de quando estamos lendo um livro que não nos agrada nenhum um pouco. Por mais que você estenda a leitura, se force a ler, nada rende e a sensação que você tem é que leu, leu e leu e ainda não saiu do lugar.

Créditos Como Eu Realmente

Aposto que nesse momento você deve estar pensando “MEU DEUS EU TENHO ISSO, JÁ PASSEI POR ISSO” e eu te digo: calma. Ter ressaca literária não é nenhuma “doença” contagiosa e muito menos o fim do mundo, é algo normal e que pode acontecer a qualquer momento por n fatores que o levam a isso: falta de tempo, leituras obrigatórias em maior quantidade, falta de vontade etc. Todos esses fatores são aceitáveis e não é motivo para se culpar.

Sabe, nós temos o péssimo costume de tentar transformar algo para laser em obrigação e tudo que se torna obrigação acaba se tornando chato e exaustivo, principalmente por sermos pessoas humanas que tem sentimentos e, consequentemente, desejo. Nós somos movidos por desejos e vontades, se tornamos um laser algo obrigatório, em algum momento irá ocorrer a perda pelo desejo e isso é completamente compressível e sem necessidade de neuras.

Como curar uma ressaca literária, então?

Simples! Descante dos livros! Parece um absurdo indicar isso, não é? Mas é uma verdade. Nós precisamos de um tempo só nosso às vezes para simplesmente não pensar em nada, apenas relaxar.

Créditos Como Eu Realmente

Nunca se cobre tanto em ler milhões de livros em prazos impossíveis, pois não só se torna uma leitura obrigatória, como também te desgasta ao ponto de você perder interesse. Eu já comentei isso aqui no blog uma vez, mas retorno a repetir: qualidade é diferente de quantidade. Não importa quantos livros você leia correndo apenas para dizer “li tantos livros esse ano”, sendo que leu na correria, não apreciou a obra com cuidado, não sabe se foi uma boa leitura, leu apenas por ler (por números). O número de livros que você lê por dia, mês e ano não te torna um leitor melhor ou pior que ninguém, é um mito e tabu que deve ser desmitificado o quanto antes. Eu defendo o lema de que não importa se você leu um livro ou duzentos, se esse livro foi incrível, te proporcionou experiências ótimas e grandes aprendizados, ele já valeu a pena em sua vida.

Então concluo esse post dizendo para você nunca se cobrar demais pela quantidade de nada. Aliás, nunca se cobre demais por nada, siga o seu ritmo e foque que vale mais que tenha qualidade, sentido e prazer em suas leituras do que algo obrigatório e chato, combinado? ♥

Por hoje é só, nos vemos logo!

PS: as tirinhas que ilustraram o post de hoje vieram do site Como Eu Realmente, desenhadas pela bela artista Fernanda Nia ao qual admiro muito seu trabalho. Não deixem de dar uma olhadinha nas outras tirinhas dela, pois são muito divertidas e fofinhas em situações que todo mundo passa em seu cotidiano. Vale a pena!

Deixe um comentário