Olha quem voltou! Pois é, faz muito tempo que não atualizo o blog, desculpa! É uma longa história, mas vamos voltando aos poucos para esse jardim de tulipas! *w*


Hoje venho com uma Book Tag extremamente divertida e com cheirinho de infância! A mesma se chama “Frases de Criança” e foi criada por Taty Salazar (Coleções Literárias) e Marcio Silva (Um Baixinho Nos Livros).Quem me indicou foi o nosso parceiro Gui Rhabelo (Farol Cultural)! Vamos lá?

♥ Meu nome é... Um personagem infantil favorito.


Minha personagem favorita da infância (e acho que em muitos momentos é até hoje) só poderia ser ela, a dona da Rua do Limoeiro, Mônica! Foi uma personagem que me acompanhou quando criança e depois na adolescência e acho que ainda vai continuar na fase adulta, hehe!

 Quantos anos eu tenho? Quantos livros você tem?
Minha estante, infelizmente, ainda é um pouco pequena já que eu utilizo muito a biblioteca municipal a maior parte do tempo, mas vamos lá! Em livros físicos eu tenho 134 livros (contando minha coleção antiga de gibis e meus mangás). Em e-book e outros recursos eu possuo mais 69 livros (totalizando 203), mas como eu não sei se vale, vou deixá-los a parte e considerar somente os 134!

♥ Eu já sei ler. Primeiro livro que você leu?


Eu me recordo que o primeiro livro que eu li na vida foi quando eu ainda estava no pré e falava sobre bruxas boas, porém, eu não consigo me lembrar do nome. Buscando nas minhas memórias, lembrei-me de um que eu li quando estava na quarta série (2008), ele se chama Amigos Secretos da ilustre Ana Maria Machado. Esse livro é muito divertido, pois conta sobre um grupo de amigos que decidem colocar um livro no videocassete, o que gera uma passagem mágica e os personagens do livro começam a sair pela televisão! Melhor história da minha infância, sem dúvida alguma!

 “Diz papai” Mamãe. Um livro que você imaginava uma coisa e acabou outra.


Vou falar um que você, provavelmente, não imaginava que estaria aqui. Mas Morte Súbita (J.K. Rowling) tem um final muito surpreendente e chocante, creio eu, para qualquer um e ao mesmo tempo é algo tão natural (infelizmente) para nosso dia-a-dia que chega a assustar, sabe? Sem dúvida acho que ele seja perfeito para essa pergunta!

 Mãe tô com fome. Um livro que você devorou.
A Escola Do Bem E Do Mal (2) – Um Mundo Sem Príncipes (Resenha). Eu amo essa série e eu fiquei extremamente feliz quando achei a continuação, a ponto de sentar na frente do notebook e virar dia e noite lendo ele. Sério, eu nem parava para comer direito tamanho a minha curiosidade!

 Pai, cadê a mãe? Um personagem secundário que se destacou mais que o protagonista.
Sempre que surge essa pergunta eu automaticamente me lembro de Jane (Will & Will), amiga e paquera de Will Grayson. Ela, pelo menos para mim, se destacou mais que os dois Will por ser divertida e ao mesmo tempo na sua. É uma personagem interessante e que faz suas próprias camisetas com caneta, o que eu já fiz muito também! Jane é um amor!

 Olha pai. Tire uma foto da sua estante!

Minha estante está uma completa bagunça :( Porém tenho essa que é do começo do ano!

 Já sei o que eu vou querer de presente do dia das crianças. O livro que você está cobiçando.


Eu cobiço há muito tempo já é o livro Another (Yukito Ayatsuji) que conta a história do meu mangá/anime favorito de mesmo nome!

 Pai tá chegando? E agora? E agora? Continuação de uma série que você ama e está aguardando muito.
O terceiro livro da trilogia Meu Primeiro Blog (resenhas aqui), Bruna Vieira. Não é a minha série favorita de livros, porém é algo que eu espero ansiosamente para saber o desfecho da história.

 Mãe fulano me bateu. Um personagem que merecia uma surra?
Draco Malfoy (Harry Potter – J.K. Rowling) para parar com aquela mania feia de discriminar os outros (isso, claro, antes do desfecho do personagem. Vocês me entenderam?!).

 Maaaaae eu cai. Um personagem desastrado.
Eu ia falar Neville Longbotton, mas como eu já falei sobre Harry Potter na tag, decidi falar de outro personagem. Logo veio em minha mente o personagem Frei Lorenzo (Julieta – Anne Fortier) que acompanha Giulietta Tolomei a sua viagem para Siena em 1340. Apesar de ele almejar o bem de Giulietta e querer ajudá-la com seu amado Romeo Marescotti, de primeiro momento o Frei foi um completo desastrado e até engraçado (eu ainda estou lendo a obra, então até o momento está assim! Q_Q).

 Por quê? Para quê? Um livro confuso.
Estou começando o livro Demian (Hermann Hesse) e até o momento está bem confuso, devo dizer!

 Psora posso ir no banheiro? Um livro nojinho.


Não é um livro, mas sim um mangá chamado Uzumaki (em breve resenha), onde tem alguns capítulos que bem... É difícil explicar, mas os personagens passam a fazer uma espécie de canibalismo e isso é extremamente nojento!

 Pai de onde vem os bebês? Uma personagem grávida.
Ok. Eu falei que não ia repetir, mas falar de uma personagem grávida eu não consigo pensar em outro alguém se não a Lílian Potter de Harry Potter. Tá que o foco não é necessariamente ela grávida, mas o amor de mãe que ela possuía pelo filho o salvou da morte e essa é a forma mais bela do amor que existe na Terra.

 Olha mãe, aprendi a contar: 1, 2, 3, 4, 6. Indique 05 amigos para responder a Tag.
Essa foi a mais difícil de responder, pois eu não conheço (infelizmente) muitos blogs dos quais eu possa ter um contato maior (e dos que conheço dois já responderam a tag kkkk). Por isso vou indicar dois e dever três!


Amei responder essas perguntas, obrigada ao blog Farol Cultural pela indicação!

Regras da Tag:
- Mencionar e linkar os blogueiros que criaram a tag: Taty Salazar – Coleções Literárias e Marcio Silva – Um Baixinho Nos Livros;

- Indicar no mínimo 05 blogs para responder a tag (não se esqueça de avisar que você os tagueou);

- postar a imagem oficial da tag em sua postagem caso for responder escrito.

Deixe um comentário