(Essa na imagem sou eu no ano passado. Imagem meramente ilustrativa por ter esquecido de tirar uma foto legal do livro)

Autor(a):  Meg Cabot
Editora: Record
Páginas: 282
Gênero: juvenil; new adult
Ano: 2004
ISBN: 9788501068712

 Suzannah Simon é uma garota que acaba de se mudar com a mãe para Carmel, Califórnia, para morar com o marido novo de sua mãe e seus três meios irmãos, deixando para trás Nova York e sua única amiga Gina.

 Na nova cidade, que até então parecia ser algo agradável, torna-se um pesadelo ao perceber que sua casa é daquelas com mais de 200 anos de construção assim como sua escola. Isso tudo porque construções assim são perfeitas para ter fantasmas, ou seja, mais trabalho para ela que é uma mediadora (pessoas que podem ver, falar e tocar em fantasmas. Recebem como missão resolver os assuntos inacabados dos fantasmas para que eles possam descansar em paz)!

 “Não há no céu fúria comparável ao amor transformado em ódio, nem há no inferno ferocidade como a de uma mulher desprezada.”

 Como um tiro certeiro, ela acaba conhecendo Jesse, um fantasma muito bonito que mora em seu quarto, ao qual apelidou de “cowboy”. Apesar das desavenças, Suzannah e Jesse criam certa amizade. Na escola, Suze também encontra um fantasma que, ao contrário de Jesse, não é nada simpático e trás muitos problemas, tendo ela que recorrer a novos recursos e se juntar a outro mediador, Padre Dom, que por coincidência também é o diretor do colégio.

 A história em si é legal, Meg Cabot escreve de uma forma tão “adolescente” que realmente parece uma conversa de amigas, porém é cansativa e muito repetitiva. Em muitos momentos achei Suzannah chata e mesquinha, mais me parecia uma versão fantasmagórica de “Buffy, a caça a vampiros”. Contudo, é um bom livro e se você quer uma leitura tranquila para distrair a mente por alguns dias, ou horas, é uma boa opção! ^-^

Deixe um comentário