Autor: J.K. Rowling
Editora: Rocco
Páginas: 223
Gênero: Infantojuvenil; Fantasia
Ano: 1997
ISBN: 9788532527844

      Já se imaginou com onze anos vivendo em um armário de vassouras sobe a escada, com os piores tios e primo do mundo? Com certeza não, mas esta era a realidade Harry Potter!
      O garoto mora com os tios desde que se entende por gente, já que seus pais morreram de um suposto “acidente de carro”. O problema é que vive acontecendo coisas estranhas com o garoto como, por exemplo, quando sua tia Petúnia cortou-lhe o cabelo, deixando-o horrível e, no dia seguinte, lá estava o antigo corte de cabelo de Harry, como se nada tivesse sido cortado! Ou ainda quando fugia do seu primo Duda na escola e de repente lá estava Harry em cima do telhado.
      Ao alegar para seu tio Válter que não tinha culpa e que tudo fora magia, era repreendido com a frase “não existe magia” e severamente punido. Nunca entendera o medo dos tios com a magia até receber uma carta endereçada a ele e somente a ele!
      Com esperanças e curiosidade, Harry tenta abrir a carta, porém seu tio é mais rápido. Contudo, qual não foi sua surpresa ao receber milhares de cartas iguais a primeira, mas nunca tivera a chance de abri-las.
      Certo dia, seu tio os leva para o meio “do nada”, mas ao chegar de madrugada recebem Rúbeo Hagrid como uma visita nada desejada e aí vem à notícia: Harry é um bruxo e embarcará para Hogwarts – uma escola de magia e bruxaria, a melhor do mundo!
      O que o aguardará em Hogwarts? Terá amigos? Aventuras? Dizem que ele tem um certo pé para confusões que herdara do pai, exceto os olhos, cujo herdara da mãe. É notável como Harry está aprendendo a lidar com o convívio de amigos e tendo suas primeiras experiências de carinho. Harry Potter é muito mais que um clássico literário (em minha opinião), esse livro veio para nos mostrar à importância crucial que um simples abraço pode mudar uma vida!

2 Comentários